O Protocolo Digital irá respeitar o direito de prioridade?

Sim, o Protocolo Digital não altera a legislação a respeito do direito de prioridade, e nada nos sistemas foram alterados nesse sentido com a subida do Protocolo Digital. Ele registra a data e horário de protocolo, inclusive os milésimos de segundo, e continua alimentando o banco georreferenciado, como é feito desde 2008.

Também existirá uma página de auditoria que qualquer cidadão poderá consultar as protocolizações realizadas no Protocolo Digital. Vale esclarecer, também, que com as recentes mudanças na legislação, com as áreas indo para disponibilidade após sua extinção, o direito de prioridade não tem mais o mesmo peso que tinha antigamente.